Guia para Pais: Escolhendo um Brinquedo para cada Idade

escrito por:
Inez Kwiecinski
atualizado em:
14 de fevereiro de 2016
Inez Kwiecinski
14 de fevereiro de 2016

Na postagem anterior para psicopedagogos falei sobre o uso dos jogos cognitivos na avaliação e intervenção psicopedagógica, mas me ocorreu que talvez os pais tenham dúvidas sobre como escolher o melhor brinquedo para cada idade do o seu filho. Dúvidas que sempre aparecem são:

  • O que comprar?
  • Como identificar o tipo de brinquedo ideal que pode ser oferecido em cada idade?
  • Estes jogos realmente ajudam no desenvolvimento do meu filho?
  • Preciso gastar muito?
  • Devo seguir o selo de indicação de faixa etária?

Para isso, escrevi este artigo, um “guia” para auxiliar você, pai ou mãe, a escolher corretamente o brinquedo para cada idade do seu filho.

Sabemos que, o uso adequado dos jogos, permitem oferecer experiências verdadeiramente significativas para as crianças de todas as idades, enriquecendo os níveis de desenvolvimento.

Vygotsky afirma que, a evolução do desenvolvimento cognitivo se dá pela criação da zona de desenvolvimento proximal (ZDP), que é um estágio intermediário entre o nível de desenvolvimento real e o nível de desenvolvimento potencial.

Com base nestas informações, podemos afirmar que as brincadeiras lúdicas e os jogos cognitivos ajudam a desenvolver funções importantes como a coordenação motora, memória, fala, percepção, noção espacial e temporal e a própria conscientização do seu corpo. Devemos nos ater a idade apropriada para cada jogo ou brincadeira e incentivar estas vivências lúdicas, seja em casa, na escola ou no consultório psicoterapêutico.

É do zero aos seis anos que acontece o período de maior desenvolvimento da criança e, por isso, as experiências vivenciadas nesta fase são fundamentais para que ela desenvolva sua autonomia corporal e maturidade sócio emocional.

Escrever sobre este assunto é um trabalho difícil já que cada pessoa é única e pode aprender mais ou menos rápido que as outras. A ideia deste artigo é orientar a escolher o melhor brinquedo para cada idade para seu filho de modo geral, podendo ser adaptado de acordo com as aptidões de cada criança.

Um brinquedo para cada idade: Segurança e aprendizado na medida certa

Geralmente os pais, no intuito de agradar, escolhem um brinquedo “mais legal” para seu filho, porém muitas vezes não atentam à faixa etária indicada.

Um brinquedo indicado para crianças com faixa etária de 3-5 anos poderá causar problemas para uma criança que se enquadra na faixa dos 0-3 anos, isso porque as crianças dessa segunda faixa ainda não conseguem manusear ou segurar objetos com segurança sozinhas, geralmente balançam, apertam e o jogam. Isso facilita a ocorrência de acidentes, que normalmente acontecem quando menos esperamos e dependendo do tipo de brinquedo, um segundo de distração pode levar a um acidente mais grave.

warning-0-3-crianca
É importante seguir as recomendações.

Muitas vezes no momento da compra achamos que o brinquedo pode ser “infantil” demais para uma criança. Porém, a indicação de faixa etária é baseada em estudos técnicos e pedagógicos além de diversos testes de confiabilidade do produto, para além de garantir a segurança também exercer seu papel principal: o aprendizado de seu filho.

Confira alguns brinquedos e jogos que poderão ajudar os pais e professores na escolha adequada de acordo com a idade da criança:

De 0 a 5 meses

O bebê precisa de itens que estimulem seus sentidos e contribuam para seu desenvolvimento motor.

Somente a partir do 4º mês o bebê consegue segurar, morder e apertar objetos e começa a criar sua coordenação motora. A criança se sente atraída por móbiles bem coloridos e com sons até o 5º mês. Neste idade os pais devem ficar atentos, pois se derem um brinquedo mais rígido eles podem se tornar perigosos, pois a criança pode pegar e puxar para cima dela sem controlar sua força.

Podemos oferecer:

  • Chocalhos;
  • Brinquedos musicais;
  • Móbiles;
  • Mordedores;
  • Livrinhos e bonecos de pano ou plástico para uso no banho;
  • Tapetes montáveis de EVA ou tapetes de plástico;
  • Brinquedos de berço.

De 6 meses a 1 ano

É entre 6 e 8 meses que o bebê consegue ficar sentado, começa a examinar os brinquedos com as mãos, analisando e prestando atenção em suas formas, cores, sons. Nesta idade brinca de destruir: o adulto empilha os blocos e ele derruba tudo. Aos 9 meses, aperta os botões e adora provocar os barulhos dos brinquedos sonoros.

brinquedo para cada idade - patinho
O melhor amigo na hora do banho!

Ofereça:

  • Brinquedos flutuantes para o banho (o famoso patinho de borracha);
  • Caixas ou brinquedos que se encaixam um dentro do outro;
  • Brinquedos de martelar, empilhar, montar e desmontar;
  • Espelhos (feitos de adesivo e plástico);
  • Brinquedos interativos que emitam sons por meio de botões, de apertar, girar ou empurrar.

De 1 a 2 anos

Nessa idade a criança começa a andar e qualquer objeto ao redor dele chama a atenção do bebê: ele quer mexer em tudo.

É também nesse momento da vida que ele começa a se relacionar e interagir com outras crianças e começam a “imitar a vida adulta”. Assim, adoram brinquedos de telefone, brinquedos que simulem o ato de dirigir ou de cozinhar, bonecas para ninar, entre outros. Ela precisa de brinquedos que a façam se movimentar, como carrinhos de empurrar.

Dê preferência por:

  • Brinquedos com texturas variadas que estimulam a visão, o tato e a audição;
  • Brinquedos que simulam ações adultas (martelinhos, voltantes, cozinhas, etc);
  • Bonecas de tecido e bichos de pelúcia, de preferência de material atóxico;
  • Livros e álbuns de fotografia com ilustrações de familiares ou objetos conhecidos;
  • Brinquedos médios e leves de empurrar ou puxar, de montar e desmontar.

De 2 a 3 anos

Essa é a hora de introduzir a massinha de modelar, o guache para ela pintar com as pontas dos dedos, desenhar com giz de cera, que a ajudarão a desenvolver a coordenação motora fina e estimular sua criatividade. Com a curiosidade aguçada, seu filho também vai se interessar muito por itens com portas que se abrem e fecham e botões para apertar. Nesta fase a criança adora apertar botões e encaixar objetos (agora ela começa a brincar de encaixar as letras do tapete de EVA).

brinquedo para cada idade - massinha
A criatividade permite criar todo tipo de arte!

Podemos oferecer:

  • Bolas;
  • Blocos de empilhar de madeira ou de plástico;
  • Brinquedos de encaixar ou de equilibrar um em cima do outro;
  • Brinquedos musicais;
  • Brinquedos de praia ou piscina;
  • Carrinhos;
  • Bonecas;
  • Cavalinho de balanço.
  • Blocos com formas, cores e de diversos tamanhos;
  • Massinha de modelar e lápis de cor com papel para desenhar.

Dica: Nesta idade podemos incentivá-los a organizar e recolher os brinquedos utilizados.

De 3 a 4 anos

Nessa idade é importante para a criança ter brinquedos que possam exercitar sua motricidade fina (a maneira como usamos os nossos braços, mãos e dedos, de acordo com a exigência da atividade), e também passa a brincar mais em conjunto com os colegas e, dividir seus brinquedos e fazer as coisas com mais concentração.

Agora os blocos de montar (Toyster, Lego ou Tand Kids por exemplo) diminuem de tamanho e seus baús de brinquedos ganham mais itens com opções para montar e construir, como quebra cabeças.

Quando chegam perto dos 4 anos de idade a imaginação, através do faz de conta, começa a ocupar grande parte das brincadeiras da criança: cavaleiros, princesas e até mesmo ideias de profissões entram para ficar. Para melhorar tudo isso você pode oferecer cenários para completar a fantasia: navios, pistas de corrida, forte apache, castelos, teatro para fantoches, casinhas de boneca, só para citar alguns.

  • Aviões;
  • Trenzinhos de puxar;
  • Brinquedos infláveis;
  • Bolhas de sabão;
  • Caixa de areia;
  • Casinha de bonecas;
  • Ferramentas de brinquedo;
  • Máscaras, fantasias e fantoches;
  • Instrumentos musicais;
  • Mantenha os brinquedos de montar e desmontar;
  • Quebra-cabeça,  livros com ilustrações e livros de histórias.

De 4 a 6 anos

Esta fase deve ser bem explorada, pois é a fase do imaginário, a criatividade está em pleno desenvolvimento e os brinquedos devem auxiliar a criança a entrar no mundo da fantasia. Habilidades como estratégia e memória ficam ainda mais aguçadas, é nesta fase que surgem os primeiros jogos (os mais simples como dominó e memória) e quebra-cabeças.

Cheia de energia, a criança é atraída pelo movimento: carrinhos, motos, trens, aviões e, claro, as bicicletas. A partir dos 4 anos, mover um brinquedo por controle remoto é um grande desafio.

Você pode oferecer os seguintes brinquedos (e claro, aproveitar os brinquedos do ano anterior):

  • Material de papelaria;
  • Dinheiro de brinquedo;
  • Caixa registradora, telefone, utilidades domésticas de brinquedo;
  • Carrinhos (Hotwheels por exemplo) com cidadezinhas com postos de gasolina e meios de transporte de todos os tipos (A criança adoram simular acontecimentos que veem no dia a dia);
  • Diversos tipos de brinquedo-cenários, como por exemplo: Forte Apache, Batcaverna, Casinhas de bonecas com móveis, entre outros.
  • Instrumentos musicais (perto dos 6 vocês podem começar a estimulá-los com instrumentos reais, dependendo do interesse da criança).

A partir de 6 anos

As crianças aqui estão na fase de alfabetização e entendem mais a lógica nas decisões estratégicas. Jogos de competição passam a ser melhor aproveitados pelas crianças.

Neste período a imaginação muda de foco: esquecem as imitações e começam a pensar e imaginar através de bonecos o que querem ser ou fazer na fase adulta.

Agora vale de tudo, jogos de tabuleiro, sorte, estratégia, cartas ou dados são preferencia nesta fase.

brinquedo para cada idade - bicicleta
Andar de bicicleta com segurança!

Opções não faltam:

  • Pipas;
  • Carros de corrida;
  • Trens elétricos;
  • Argila para modelar;
  • Artigos esportivos;
  • Brinquedos de mágica;
  • A primeira bicicleta, patins, patinetes ou skate;
  • Jogos eletrônicos e/ou vídeo games;
  • Jogos de tabuleiro;
  • Jogos de Cartas (UNO e Super Trunfo por exemplo);
  • Brinquedos Colecionáveis;
  • Quebra cabeça;
  • Kits diversos.

Uma última dica (a mais importante)

Caso algum brinquedo para cada idade listada não seja acessível, lembre-se: as brincadeiras são mais importantes que os brinquedos em si. Elas podem ser feitas com pouquíssimos recursos, é só usar a imaginação, e também, antes de comprar brinquedos ou jogos, tenham em mente de que a sua presença é o melhor presente!

Brinquem com seus filhos.

Conte-nos como seus filhos brincam comentando abaixo. Até o próximo artigo!

 

 

Deixe seu comentário sobre o artigo:

11 respostas

  1. oi! sou pai de uma menina de 11 anos. É normal ela gostar de brincar de boneca, massinha, pintura, assistir desenhos e jogar jogos com indicativa até 8 anos?

    1. Uma criança de 11 anos está na idade limite entre a infância e a adolescência. Meninas e meninos de onze anos são geralmente chamados de pré-adolescentes, sendo referidos como o grupo de adolescentes mais jovens.
      É importante que você fique atento e procure um neuropediatra para avaliar. Se sua filha apresentar atrasos cognitivos o ideal é que faça uma avaliação neuropsicológica.

      Att
      Inez

  2. Olá, meu filho tem 9 anos fará 10 em maio e ainda gosta muito de bicho de pelúcia e dorme com um, acho meio infantil pra idade dele. Devo me preocupar? É sinal de falta de apego ? Carinho ? Não vejo crianças nessa idade com bichos de pelúcia.

    1. Uma criança de 11 anos está na idade limite entre a infância e a adolescência. Meninas e meninos de onze anos são geralmente chamados de pré-adolescentes, sendo referidos como o grupo de adolescentes mais jovens.
      É importante que você procure um neuropediatra para avaliar. Como eu disse ao outro pais, se você desconfiar de algum rebaixamento cognitivo sugiro quefaça uma avaliação neuropsicológica, caso contrário não se preocupe, geralmente as crianças tem apego emocional por pelúcias, ou outro brinquedo. Tudo depende de como é o ambiente familiar, se ele é filho único, se recebe muitos cuidados… enfim.

  3. Simplesmente maravilhoso e muito explicativo, está de parabéns!
    Tenho uma sobrinha de 2 anos, e a irmãzinha dela fez 1 mês de vida, e a de 2 anos está dando uma regredida por conta de ciúmes, e olha que temos todo cuidado e damos atenção sempre, sem deixar ela de lado sade?!? O que seria bacana de ser feito, alguma brincadeira especifica para ela começar a perder este sentimento de ciúmes?

  4. Boa tarde Inez, tudo bem?

    Meu afilhado tem 12 anos e gosta de brincar de Lego. Minha dúvida, é normal ele brincar tendo 12 anos.? Vejo o meu esposo aconselhando, e fico preocupada porém, sem saber o que dizer, o pai dele acha errado dele brincar com esse brinquedo.

    Att.

    1. Boa tarde Elisângela, tudo bem?
      LEGO é um brinquedo universal, um recurso excelente para ativar a criatividade, imaginação, além de proporcionar muita diversão.
      É indicado para pessoas de 1 a 99 anos, ou seja, qualquer pessoa pode montar, criar, inventar e deliciar com LEGO.
      Não se prenda por preconceitos, deixe seu afilhado aproveitar e criar com LEGO. Aproveite e convide seu esposo e o pai do seu afilhado para brincarem juntos, sugiro que faça um desafio entre eles, aposto que irão gostar.

      Grande abaixo.
      Inez

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outros artigos que podem te interessar:

Psicomotricidade, o que é e como isso pode ajudar crianças e adultos

Psicomotricidade, é um termo usado para uma concepção de movimento coordenado e integrado, em função das experiências vividas pelo sujeito...

Autismo e Covid

A pandemia de Covid-19 trouxe repercussões bastante significativas para o cotidiano de pessoas com o espectro autista, impactando suas rotinas...

+10 livros que todo Psicopedagogo não pode deixar de ler

Se você é psicopedagogo ou está cursando sua especialização, esta lista vai te ajudar muito! Todos sabemos que um bom...

Transforme o Processo de Alfabetização Do Seu Filho Hoje Mesmo

Ao longo de vários anos venho me deparando com os entraves na aprendizagens das crianças,  percebo que a cada ano...

O Que Esperar Do Retorno às Aulas Pós Pandemia?

A pandemia do CORONA vírus atrapalhou a vida escolar de todos os estudantes. As aulas foram suspensas fazendo com que...

10 Estratégias Para Potencializar a Compreensão Leitora Do Seu Filho

Isso já aconteceu com você? Você está lendo um livro divertido com seu filho, chega a um ponto emocionante ou crucial...

Psicomotricidade, o que é e como isso pode ajudar crianças e adultos

Psicomotricidade, é um termo usado para uma concepção de movimento coordenado e integrado, em função das experiências vividas pelo sujeito...

Autismo e Covid

A pandemia de Covid-19 trouxe repercussões bastante significativas para o cotidiano de pessoas com o espectro autista, impactando suas rotinas...

+10 livros que todo Psicopedagogo não pode deixar de ler

Se você é psicopedagogo ou está cursando sua especialização, esta lista vai te ajudar muito! Todos sabemos que um bom...

Transforme o Processo de Alfabetização Do Seu Filho Hoje Mesmo

Ao longo de vários anos venho me deparando com os entraves na aprendizagens das crianças,  percebo que a cada ano...

O Que Esperar Do Retorno às Aulas Pós Pandemia?

A pandemia do CORONA vírus atrapalhou a vida escolar de todos os estudantes. As aulas foram suspensas fazendo com que...

10 Estratégias Para Potencializar a Compreensão Leitora Do Seu Filho

Isso já aconteceu com você? Você está lendo um livro divertido com seu filho, chega a um ponto emocionante ou crucial...
plugins premium WordPress

Nós coletamos dados de navegação para finalidades analíticas e funcionais apenas. Ao continuar você concorda com o uso de cookies