O que acontece no consultório psicopedagógico?

O que acontece no consultório psicopedagógico?

Seu filho(a) não vai bem na escola, tem dificuldades, não faz as tarefas, então um dia a escola solicita que você procure ajuda de uma psicopedagoga. Então vem as dúvidas: Mas afinal,  o que vem a ser psicopedagogia? O que acontece no consultório psicopedagógico? Como a psicopedagoga atua e como ela pode ajudar?

Pensando nestas dúvidas, criamos este artigo para informar você: pai, mãe e estudante. Se precisar de maiores esclarecimentos nos ligue ou envie-nos um e-mail, teremos prazer em atendê-lo.

O que é a Psicopedagogia?

A psicopedagogia é um campo de atuação ligada a área da saúde e educação que lida com o processo de aprendizagem do ser humano. Analisa seus padrões normais e patológicos considerando a influência do meio no seu desenvolvimento, ou seja: família – escola – sociedade. 

Utiliza procedimentos próprios da psicopedagogia, em outras palavras, busca desvendar como ocorre o processo de construção do conhecimento do indivíduo.

Desta maneira, a psicopedagogia se propõem identificar os pontos que possam por ventura impedir esta aprendizagem. Pode-se atuar de maneira preventiva para evitar ou ainda propiciar estratégias e ferramentas que possibilitem facilitar o aprendizado.

consultorio psicopedagogico atendimento

Atendimento especializado em um consultório psicopedagógico

O que faz o Psicopedagogo?

O psicopedagogo é um profissional que procura compreender as mensagens, muitas vezes implícitas, sobre os motivos que levam o indivíduo a obter resultados insuficientes ao esforço aplicado em sua busca pela aprendizagem, seja ela sistêmica ou não.

O psicopedagogo atua num sentido mais amplo, investigando e promovendo as possibilidades de mudança sobre os processos cognitivos, emocionais e pedagógicos que por ventura possam impedir a aprendizagem do ser aprendente.

Na medida em que trata dos processos diagnosticados, também os previne,  evitando desta forma, o  sofrimento oriundo de tais transtornos de aprendizagem.

Como é o atendimento em um consultório psicopedagógico?

A partir do estudo da origem da dificuldade em aprender, o psicopedagogo desenvolve atividades que estimulam as funções cognitivas que ainda não estão ativadas no aprendente.

Nas sessões de avaliação ou de intervenção serão trabalhadas questões afetivas e sociais além da construção da autonomia e independência, através da relação com “como eu aprendo” e “como eu me relaciono com o saber“.

Recursos como livros, jogos e computador, por exemplo, tem a finalidade de descobrir os estilos de aprendizagem, ritmos, hábitos adquiridos, motivações, ansiedades, defesas e conflitos em relação ao aprender. Outros recursos utilizados pelo psicopedagogo são as dramatizações, jogos de raciocínio, de estratégias, jogos de tabuleiro, jogos eletrônicos, leituras, diálogos, desenhos, projetos entre outros.

Quando encaminhar um estudante para o Psicopedagogo?

Quando uma criança, adolescente ou até mesmo um adulto apresentar como queixa, hipótese ou diagnóstico, uma dificuldade para assimilar conteúdos escolares ou tarefas em seu ambiente de trabalho, falhas de memória, falta de concentração, resistência às situações de aprendizagem, baixo rendimento escolar, dificuldades na socialização, alteração na memória, altas habilidades, desestímulo, desatenção, síndromes, apatia ou qualquer outra que impeça o seu desenvolvimento, os pais ou responsáveis devem procurar a ajudar de um profissional especializado.

Quanto tempo dura um atendimento e o que vai acontecer no consultório psicopedagógico?

O período para uma avaliação psicopedagógica dura em torno de 8 a 10 sessões. Cada sessão tem a duração de 40 a 50 minutos, conforme combinado com a família, e estas sessões podem acontecer uma ou duas vezes por semana. A avaliação em um consultório psicopedagógico poderá confirmar ou não as suspeitas do psicopedagogo frente a queixa formalizada pelos pais ou pela escola.

Em cada sessão de avaliação serão aplicados testes específicos para cada idade, jogos pedagógicos e materiais específicos tendo como objetivo considerar a criança em seus diversos contextos, tanto biológico, como afetivo e cognitivo, assim como a sua família e a sua escola. Com a aplicação destes testes ou jogos, o psicopedagogo irá avaliar:

  • nível de leitura e escrita, matemática;
  • modalidade de aprendizagem;
  • psicomotricidade;
  • história de vida da criança;
  • nível cognitivo em que se encontra, utilizando para esta avaliação provas do diagnóstico operatório. Cabe ressaltar que nesta etapa serão analisados o funcionamento e o desenvolvimento das funções lógicas da criança, verificando se há defasagem em relação a sua idade cronológica.

Finalizando a avaliação psicopedagógica

Finalizando a avaliação psicopedagógica, agendamos uma reunião com os pais da criança para darmos uma “devolutiva“.

Neste momento retomamos a queixa inicial e todos os procedimentos realizados até então, esclarecemos todas as dúvidas dos pais e informamos o resultado da avaliação realizada, dando os encaminhamentos e fazendo um fechamento do período de avaliação.

Para a escola é enviado um parecer psicopedagógico com todas as informações levantadas e possíveis encaminhamentos, como por exemplo, se haverá necessidade de continuar com o atendimento psicopedagógico, ou seja, a intervenção psicopedagógica, (2ª etapa do atendimento psicopedagógico), também poderá ser necessário encaminhamentos ao neurologista, psicólogo, otorrino, oftalmologista, fonoaudiólogo, entre outros.

Compartilhe conhecimento:

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Qual a sua opinão? Deixe seu comentário sobre o artigo

5 comentários em “O que acontece no consultório psicopedagógico?”

      1. As informações aqui, são as mais completas das quais eu tenho pesquisando. Me passou mais segurança e equilíbrio para abertura do meu consultório que já está nós últimos detalhes.
        Sou grato!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *