Autismo e Covid

Autismo e Covid

A pandemia de Covid-19 trouxe repercussões bastante significativas para o cotidiano de pessoas com o espectro autista, impactando suas rotinas e também aspectos emocionais.

O isolamento social que veio por consequência do Covid-19 alterou a vida de maneira geral, porém, a quebra de rotina para pessoas com TEA, em alguns casos, pode ser um pouquinho mais difícil. Portanto, é interessante estar ciente que o espectro pode trazer uma menor flexibilidade, por isso a importância de uma rotina planejada, orientada e organizada (Onzi & Gomes, 2015).

O ideal é manter o máximo uma rotina organizada e planejada em casa. Tentar estimular bastante, já́ que alguns atendimentos, acompanhamentos e as aulas estão ou estiveram suspensos durante esse momento, tendo em vista amenizar o rompimento das mesmas.

Na internet existem muitas ideias de atividades e também quadros/murais de rotina que podem ser elaborados junto com eles. A previsibilidade é um fator muito importante no autismo. A antecipação faz com que eles se sintam seguros do que irá acontecer e que saibam o que está sendo esperado deles. Autismo não é fator de risco, mas todos os cuidados são essenciais!

Onzi, F. Gomes, R. Transtorno do Espectro Autista: A importância do diagnóstico e reabilitação. Caderno pedagógico, Lajeado, v. 12, n. 3, p. 188-199, 2015.

Quer ler mais artigos sobre o autismo?

Acompanhe a página da psicóloga Karoline Portal é só clicar no link. https://portaldoespectro.com.br/blog/

Compartilhe conhecimento:

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Qual a sua opinão? Deixe seu comentário sobre o artigo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *