Terapia familiar: Saiba quando e porque fazer.

Terapia familiar: Saiba quando e porque fazer.

A terapia familiar é voltada para o contexto familiar no qual um problema individual está ocorrendo e está causando consequências sobre os demais membros da família, desta forma, pode-se compreender que cada membro influencia os demais e é por eles influenciado.

Os problemas psicopatológicos individuais devem ser entendidos a partir do contexto familiar, pois a família pode tanto reforçar a doença, criando verdadeiros círculos viciosos ou ter um papel importante na solução do problema.

O terapeuta familiar busca dar atenção à estrutura familiar (organização, constituição familiar e como se mantém) e aos seus processos (adaptação e evolução ao longo dos anos), pois se entende a família como sendo um sistema vivo em evolução, organizado de forma complexa e durável.

O objetivo geral é melhorar a comunicação entre os membros da família, desenvolver a autonomia e a individualização dos diferentes indivíduos, reduzir os conflitos interpessoais e os sintomas, além de melhorar o desempenho individual.

terapia familiar grupo

Terapia familiar

Indicações de Terapia Familiar:

  • Quando é solicitado por um profissional para que a família faça acompanhamento;
  • Doença física ou mental grave em adulto que causam um alto grau de disfunção familiar (esquizofrenia, transtorno bipolar, transtorno do pânico, etc.);
  • A problemática atual envolve dois ou mais membros da família;
  • Família enfrenta uma crise de transição que pode levar à ruptura (mudança de papéis, crise vital);
  • Criança e adolescente é o problema presente (autismo, Transtorno de déficit de atenção e hiperatividade, transtorno de impulso, depressão, etc.);
  • Ruptura da harmonia familiar em razão de conflitos interpessoais.

A terapia frequentemente é focal e de curta duração com grande poder preventivo. As sessões são semanais, com todos ou com parte dos membros presentes, podendo posteriormente as sessões passarem a ser quinzenais ou mensais, conforme o processo de alta.

Para saber mais, procure uma de nossas profissionais, ligue e agende uma avaliação gratuita através do fone: (51) 3044-5886 ou e-mail contato@psicoenvolver.com.br.

 

Texto escrito por Simone Simon Iglin – Psicóloga da PsicoEnvolver

Compartilhe conhecimento:

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Qual a sua opinão? Deixe seu comentário sobre o artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *